NOSSOS VALORES:

A Igreja Central Flórida acredita que viver debaixo da graça significa:

. Servir a Deus porque Ele nos aceitou plena e permanentemente por meio de Jesus Cristo, não porque desejamos ganhar sua aceitação ou ser mais agradáveis a ele por meio de nossas obras.

. Motivar crentes a viver para Deus por amor e gratidão, não por dever ou culpa.

 

. Crer fielmente em absolutos bíblicos, mas rejeitar tentativas de legislar a vida cristã por meio de regras humanas, especialmente regras que se apliquem às chamadas áreas cinzentas.

 

. Aceitar pessoas em seu atual nível de crescimento e desenvolvimento espiritual, assim como Deus faz, e depois encorajá-las a crescer numa atmosfera de graça.

 

. Criar um ambiente de honestidade e transparência, começando com a liderança, que oferece à igreja exemplos de amor e da aceitação de Deus. . Colocar a ênfase primária da vida cristã na motivação interior, não na conduta exterior.

 

. Recusar a negar ou minimizar a dor que invade nossas vidas por causa dos pecados e falhas, tanto nossos quanto de outros; pelo contrário, significa ver a dor como um meio de experimentar a graça e o auxílio divinos

 

NOSSOS VALORES BÁSICOS:      

 

         . Valorizamos as características de uma igreja urbana:  

 

        . Membros distribuídos pelos quatro cantos da cidade;

        . Horários convenientes para a população urbana;  

         

        . Ensino Bíblico com a profundidade e as aplicações a vida urbana;  

 

        . Uso de toda tecnologia possível para facilitar a comunicação do evangelho;      

       . Valorizamos a Bíblia como Única Regra de Fé e prática, na qual baseamos todas as nossas ações, decisões e doutrinas;

       . Valorizamos a declaração doutrinária da Convenção Batista Brasileira, o Pacto Batista, pois entendemos que os mesmos são perfeitamente baseados nas escrituras e são instrumentos para tornar nossos membros cientes de seus compromissos espiritual, eclesiástico e denominacional.  

     

      . Valorizamos a igreja local acima de qualquer outro instrumento dado por Deus para o avanço do Reino de Deus.      

      . Valorizamos a autoridade do Pastor como guia do rebanho que irá responder diante de Deus pelo exercício de sua autoridade.  

       . Valorizamos a confrontação pessoal em amor como método bíblico para a resolução de diferenças, eventualmente podendo culminar em disciplina da igreja, e como a extensão natural de discipulado deixado por Deus para a santificação de seus filhos em Mateus 18.  

   

      . Valorizamos o louvor na igreja como expressão do amor e temor ao Senhor que traz libertação e espontaneidade à adoração do homem ao nosso Deus.    

 

     . Valorizamos a qualidade e a excelência em tudo que fazemos por entendermos como características do Deus que servimos e do culto racional a Ele.

 

      . A busca da excelência traz a honra a Deus e reflete o seu caráter  Planejamento, avaliação, vocação, trabalho árduo  Cl 3:17; Ml.1:6-14; Prv. 27:17  

 

                                                  CRENÇAS DA CFBC

 

       . Cremos que o ensino ungido por Deus é o catalisador da transformação na vida de indivíduos e da igreja. A base de transformação do indivíduo e da congregação é a pregação e o ensino da Palavra de Deus  O ensino deve promover transformação de vidas  Rm 12:7; 2 Tm 3:16-17 e Tg 1:23-25

 

       . Cremos que pessoas perdidas são importantes para Deus e que, por isso, deveriam ser importantes para a igreja. Porque Deus se importa com os perdidos, nós nos importamos também. A evangelização deve ser relacional e encarada como um processo. A igreja que não evangeliza está fora de um dos propósitos de Deus para ela  Lc. 5:30-32; Lc. 15; Mt. 18:14

 

        . A igreja deve ser culturalmente e socialmente relevante enquanto permanece doutrinariamente pura  As edificações, a comunicação e as artes viabilizam a contextualização. I Co.9:19-23  

 

       . O Verdadeiro discípulo de Jesus deve ser frutífero e buscar o crescimento contínuo  O caráter honesto reflete a imagem de Cristo Ef 4:22-25; Jo15:8 ; 2 Pe 3:18

 

        . Jesus nos chamou para fazer discípulos e não apenas membros de igrejas. Torna-se membro da igreja deve ser um compromisso em busca da maturidade espiritual frutífera.

 

       . O exercício de funções, cargos e ministérios são importantes para o bom funcionamento da igreja. São a forma de se mostrar o exercício dos dons, desde que a área da maturidade espiritual esteja sendo trabalhada simultaneamente e a predisposição para o trabalho nas atividades da Igreja seja fruto de um compromisso profundo com a santificação. A igreja deve funcionar como uma comunidade de ministros que unanimemente desenvolve dons espirituais para a edificação do Corpo. Mt 7:21-23; 1 Co 12; Rm 12; Ef 4, Sl 133:1  

 

        .  O Amor deve permear os relacionamentos entre os membros da Igreja  1 Co 13; Ne.3; Cl. 2:12-16; Jo 13: 34-35  

 

        . Cremos que mudanças de vida ocorrem melhor num ambiente de pequenos grupos (Grupos de Conexão).  

 

        . Cremos que a busca por uma devoção plena a Cristo e a sua causa é a experiência normal de cada cristão.